1 evento ao vivo

Oscar admite: 'Se não fosse pelo dinheiro, não teria saído do Brasil'

Meia afirma que os altos valores oferecidos pelo Shanghai SIPG foram cruciais para deixar o Chelsea e o glamour da Premier League para se aventurar na Super Liga Chinesa

11 jan 2017
20h54
  • separator
  • comentários

O meia Oscar admitiu nesta quarta-feira que os altos valores envolvidos na negociação que o levou para o futebol chinês foram fundamentais para a transferência ser concretizada. O Shanghai SIPG pagou 60 milhões de euros (R$ 202 milhões) ao Chelsea pelo brasileiro, que vai receber 24 milhões de euros (R$ 82 milhões) por temporada. Em entrevista à agência "AFP", o jogador afirmou que sair da Premier League não foi um retrocesso em sua carreira.

- Isso passa na cabeça de todos os jogadores... Se não fosse pelo dinheiro, não teria saído do Brasil. Quando você vai para a Europa, é pelo dinheiro e pelos bons clubes. O projeto do Shanghai é um dos melhores da liga - disse.

Oscar revelou ainda que em nenhum momento pensou em recusar a oferta do time chinês, mesmo que isso representasse um prejuízo na parte técnica. Ele comentou que o volante Paulinho, que joga no Guangzhou Evergrande, foi a grande inspiração para que continuasse a ser convocado para a Seleção Brasileira. Com Tite, o meia ex-Chelsea só foi lembrado na primeira das seis convocações.

- Com certeza era algo bom para mim, para minha família e para quem esteve envolvido na negociação. Aceitei a oferta imediatamente, porque era um bom acordo para todos.

Oscar foi recebido com festa pelos torcedores em Xangai (Foto: Reprodução: sina.com)
Oscar foi recebido com festa pelos torcedores em Xangai (Foto: Reprodução: sina.com)
Foto: LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade