0
Logo do Botafogo
Foto: terra

Botafogo

'Sassá é bom atacante, mas precisa colocar a cabeça no lugar'

Depois de levar bronca e ficar na geladeira, Sassá voltou aos gramados e agora briga pela vaga titular no Botafogo. Sua grande chance pode ser no jogo contra a Portuguesa

29 mar 2017
20h05
atualizado às 20h05
  • separator
  • comentários

Após passar três semanas afastado dos gramados por conta de problemas disciplinares, Sassá está voltando a se acertar no Botafogo. Mostrando que quer continuar no Alvinegro, onde se tornou profissional, o centroavante agarra com unhas e dentes as oportunidades que recebe do técnico Jair Ventura. Uma delas foi na partida contra o Bangu, no último domingo, quando Sassá marcou um dos gols que deu a vitória ao Botafogo.

O jogador vem recebendo oportunidades de entrar em campo desde que foi inscrito para participar da fase de grupos da Libertadores. Sua primeira partida na competição foi contra o Estudiantes, quando entrou substituindo Montillo. Nos minutos finais do jogo, Sassá deu uma assistência para Rodrigo Pimpão fechar o placar e decretar a vitória do Alvinegro.

De todas as disputas pelo segundo turno do Estadual, o camisa 29 só ficou fora da primeira. No Clássico Vovô da última quinta-feira Sassá entrou em campo no lugar de Roger e completou 100 jogos pelo Botafogo. Na partida, o centroavante arriscou marcar um gol, mas Diego Cavalieri saiu na frente e impediu. Porém as últimas atuações do jogador podem lhe render uma chance para enfrentar a Portuguesa, já que Rodrigo Pimpão foi expulso no jogo
contra o Bangu e ficará fora da quinta rodada do Carioca.

Por outro lado, Roger também tem merecido ocupar a posição. Entretanto, tal fator não deve gerar preocupação caso Jair Ventura opte por continuar utilizando um esquema com três atacantes, abrindo a possibilidade de os dois trabalhem juntos em campo contra a Portuguesa.

O ex-zagueiro Mendonça, autor do lance "baila comigo" que eliminou o Flamengo das quartas de final do Campeonato Brasileiro de 1981, Sassá merece receber oportunidades, mas precisa passar mais confiança e se cuidar dentro e fora de campo para não comprometer seu desempenho.

- Eu tentaria compreender a situação do Sassá para que ele pudesse ter uma posição melhor, porque tem qualidade. O Jair está dando oportunidade para ele mostrar potencial em campo e tentar recuperar a vaga titular. Acho que tem que jogar a responsabilidade para cima do jogador. Sassá é um bom atacante, mas precisa ter consciência de que deve se cuidar dentro e fora de campo para apresentar bons resultados.

Segundo João Carlos Assumpção, colunista do L!, Sassá tem características para assumir uma vaga titular, mas problemas emocionais atrapalharam o jogador diversas vezes. Porém, tudo pode ser resolvido se colocar a cabeça no lugar.

- Condições técnicas para ser titular Sassá tem. É ótimo atacante, oportunista, sabe se deslocar bem e tem um toque de bola refinado. Seu problema é o emocional. Já deu trabalho para a diretoria, causou problemas extracampo, discutiu com torcedores... Se colocar a cabeça no lugar pode conseguir um lugar ao sol. Se não, é melhor procurar novos ares.

O Glorioso volta aos gramados nesta quinta-feira, às 19h30, para enfrentar a Portuguesa, no Estádio Los Larios, em partida válida pela 5ª rodada da Taça Rio.

Sassá pode começar a partida contra a Portuguesa entre os titulares (Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Sassá pode começar a partida contra a Portuguesa entre os titulares (Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Foto: LANCE!
LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade