0

Sem jogar, Osvaldo se vê fora do Flu em 2017 caso situação não mude

Há mais de três meses sem disputar uma partida, atacante sequer tem sido relacionado nos jogos. No entanto, ainda acredita que pode mostrar seu valor no clube

17 out 2016
08h17
  • separator
  • comentários

A última vez que Osvaldo entrou em campo foi há mais de três meses, no dia 10 de julho, no empate com o Vitória. Incomodado com a situação, o atacante, que não tem sido sequer relacionado para os jogos, acredita que se a situação não mudar a permanência na próxima temporada é improvável, apesar de ter contrato até o fim de 2017.

- Tem sido um período muito difícil, nunca fiquei tanto tempo assim sem jogar ou ser relacionado. É complicado demais, principalmente para o lado psicológico, questão de confiança e tudo mais. Eu poderia estar tranquilo, mas eu nunca fui acomodado. A única oportunidade que tenho para inverter isso é nos treinos. Nessa fase, treino é jogo e jogo é guerra. Estou me esforçando para mostrar que estou pronto para ter uma nova chance e ajudar. É nessa esperança que eu me agarro e que busco motivação para trabalhar todos dias, além do apoio dos familiares, amigos e companheiros de time, que não me deixam desanimar e me dão força para seguir - disse o atacante ao site ao GloboEsporte.com.

Antes de completar sete jogos no Brasileirão, Osvaldo chegou a ser sondado pelo Sport, mas optou por permanecer e mostrar o seu valor. Faltando oito jogos para o final da temporada, Osvaldo ainda mantém esperanças de recuperar seu espaço. Caso contrário, vislumbra um 2017 denfendendo outras cores.

Osvaldo marcou cinco gols, nenhum neste Brasileiro em dez jogos disputados(Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Osvaldo marcou cinco gols, nenhum neste Brasileiro em dez jogos disputados(Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Foto: Lance!

- Tive algumas sondagens de outros clubes, mas não houve interesse de avançar, em algumas situações pela minha vontade e em outras pela do Fluminense. Meu desejo é ficar aqui, mas todo jogador quer jogar, e comigo não é diferente. Se a situação permanecer dessa maneira, acho que o caminho natural é que eu não esteja no ano que vem. Mas a gente sabe como funciona o futebol. Ainda teremos alguns jogos aí pela frente e tudo pode mudar do dia para noite. Torço para que seja assim - encerrou.

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade