0

Joseph Blatter se diz satisfeito com desculpas de Suárez

2 jul 2014
17h29
atualizado às 18h53
  • separator
  • comentários

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, mostrou-se satisfeito nesta quarta-feira com o pedido de desculpas do uruguaio Luis Suárez, que mordeu o italiano Chiellini ainda na primeira fase da Copa do Mundo, e disse esperar que o atacante possa voltar a jogar logo.

<p>Joseph Blatter diz que pedido de desculpas incentiva o Fair Play </p>
Joseph Blatter diz que pedido de desculpas incentiva o Fair Play
Foto: Paul Gilham / Getty Images

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

O incidente ocorreu na última partida da fase de grupos, na qual o Uruguai venceu a Itália por 1 a 0 e avançou para as oitavas de final. Perto do fim da partida, Suárez mordeu o italiano em um lance sem a bola.

A Fifa puniu o uruguaio com a suspensão de nove partidas pela seleção do Uruguai e proibiu quaisquer atividades relacionadas ao futebol por quatro meses, além de impor uma multa de 100 mil francos suíços (111 mil dólares).

"O que posso dizer neste caso é que temos recebido de vocês, e também oficialmente, as declarações do jogador Suárez, que disse que finalmente não está contente com o que aconteceu", disse Blatter em um evento no Rio de Janeiro.

"Ele apresentou suas desculpas à sociedade de futebol, e isso também é fairplay", afirmou o dirigente suíço.

Blatter destacou esperar que Suárez possa continuar com sua carreira sem novos inconvenientes. "Isso também demonstra o caráter de um grande jogador de futebol, e eu espero que logo (possa recuperar) uma carreira no campo de futebol", afirmou.

Nesta semana, Suárez pediu desculpas e disse que se compromete "publicamente a nunca mais se envolver em um incidente como este".

A sanção gerou indignação no Uruguai, desde torcedores até o presidente José Mujica, que insultou os integrantes da Fifa por conta do castigo, em apoio ao jogador.

Blatter não quis falar dos comentários de Mujica. "O chefe de Estado é autônomo, é totalmente independente... não posso comentar suas palavras", disse.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade