0

Lula defende punição a Luis Suárez por mordida na Copa

3 jul 2014
15h53
atualizado às 16h46
  • separator
  • comentários

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que é fã do atacante uruguaio Luis Suárez, mas ressaltou que o jogador mereceu ser punido por ter mordido o italiano Giorgio Chiellini durante o jogo entre Uruguai e Itália pela Copa do Mundo.

<p>Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala com grupo de jornalistas estrangeiros</p>
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fala com grupo de jornalistas estrangeiros
Foto: Nacho Doce / Reuters

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

"Se Suárez mordesse o italiano em um restaurante, não ia receber nove jogos de suspensão, que talvez sejam muitos. Mas foi em um campo de jogo. Não sei se estava pensando em uma picanha uruguaia, mas não tem explicação. A Copa é ensino de prática esportiva também", disse Lula.

Em diálogo com oito correspondentes estrangeiros em São Paulo, Lula disse entender a reação uruguaia à sanção da Fifa. "Reconheço a defesa eloquente que o presidente José 'Pepe' Mujica fez de Luis Suárez", comentou.

Mujica qualificou de "velhos filhos da p..." os dirigentes da Fifa por terem punido o principal jogador do Uruguai na Copa, que caiu nas quartas de final perante a Colômbia.

"Sou fã de Suárez porque acompanho muito o Campeonato Inglês e no futebol estamos acostumados com entradas duras, cotoveladas", comentou Lula, que também citou o caso do boxeador Mike Tyson, que mordeu a orelha de Evander Holyfield durante uma luta em 1997.

O ex-presidente, que em 2007 defendeu a candidatura do Brasil para a Copa de 2014, sugeriu que o Liverpool e a Associação Uruguaia de Futebol deveriam apelar diante da Fifa caso considerem a punição abusiva.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade