6 eventos ao vivo

Ronaldo concorda com punição a Suárez: "futebol é exemplo"

26 jun 2014
12h00
atualizado às 12h31
  • separator
  • 0
  • comentários

O ex-jogador Ronaldo disse que a punição de nove jogos aplicada a Suárez é justa e que o futebol precisa servir sempre de exemplo. “Futebol é um esporte, educativo, social e tem que ser usado para o bem e não para o mal. Futebol tem que manter a linha de respeito e as pessoas tem que pagar pelo que fazem. É igual uso de drogas. Ninguém usa para ter beneficio, mas é grave, e tem que ser combatido, assim como o combate à violência, ao racismo. Futebol tem que servir de exemplo e que os saiam da linha têm que ser punido”.

Ronaldo diz que pune seus filhos por mordidas
Ronaldo diz que pune seus filhos por mordidas
Foto: Getty Images

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Pouco antes, ao ser perguntado sobre o tema, Ronaldo brincou. “Por que eu tenho que dizer algo? Mas eu nunca mordi ninguém, disse rindo. “Sei que mordida dói, minhas filhas pequenas mordiam até pouco tempo e eu punia: quarto escuro com lobo mal. Deve ser o mesmo para criança, quarto escuro ou quatro meses para o adulto”, brincou. Ele lembrou que já passou muita coisa dentro da área. “Uma vez no campeonato mineiro levei três socos porque tinha dito que iria fazer três gols. Mas só tinha uma câmera gravando. E eu fiz os três gols”.

Após o lance, Suárez ficou sentado no gramado
Após o lance, Suárez ficou sentado no gramado
Foto: Reuters

Ele também elogiou o andamento da Copa do Mundo. “Estamos vivendo um sonho. Ninguém poderia imaginar depois dos protestos do ano passado, que iríamos ter um clima tão amistoso no nosso país. E não só dos brasileiros, mas de todas as torcidas que estão passando às próximas fases. O envolvimento da população com a seleção vai aumentar à medida que jogue melhor, que passe de fases e se for campeão nem sei o que pode acontecer. A Copa está surpreendendo pela qualidade dos jogos, média altíssima de gol, zebras aparecendo e acho que o balanço é muito positivo e estou feliz de que está correndo tudo bem”, afirmou.

Acusado de ter criticado o Mundial, ele negou as falas, mas destacou que a população está acostumada com promessas não cumpridas. “Não é a Fifa que vai chegar aqui e construir o que o Brasil precisa. Minhas críticas foram às obras prometidas e que não foram entregues. Mas o brasileiro está acostumado com promessas não cumpridas. A gente vê a alegria e satisfação do povo. Poderia ser melhor se tudo o que foi prometido tivesse sido entregue”.

Veja os gols em 3D da Copa Veja os gols em 3D da Copa

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade