1 evento ao vivo

Seleção brasileira de judô recebe quimonos oficiais para as Olimpíadas

14 jul 2016
19h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Concentrada no Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, na Bahia, para os últimos treinamentos antes das Olimpíadas do Rio de Janeiro, a seleção brasileira de judô teve um dia especial nesta quinta-feira. Os 14 judocas receberam os quimonos oficiais que serão utilizados nos Jogos Olímpicos.

"É emocionante receber esse quimono. É uma parte da minha história que está sendo construída até chegar à medalha olímpica, que é o meu sonho. Ter o quimono olímpico em mãos é uma motivação a mais, pois será a minha armadura para fazer bonito", declarou Rafael Buzacarini, atleta da categoria até 100kg.

Os quimonos foram feitos à mão e sob medida para cada judoca, que tem seus nomes estampados na parte de trás. Na região do peito esquerdo há a bandeira nacional. A entrega dos materiais representa o início oficial das Olimpíadas.

É um momento simbólico. Ao entregar o quimono, que é a veste deles para as lutas, estamos simbolicamente saindo de cena e eles estão assumindo o protagonismo olímpico mais do que nunca", explicou Paulo Wanderley, presidente da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

A cerimônia de entrega dos quimonos oficiais contou com a presença do ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e do secretário nacional da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Rogério Sampaio, ex-judoca e medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992. Picciani fez um breve discurso e desejou sucesso aos atletas no Rio de Janeiro.

"Em nome do governo brasileiro, estou aqui para parabenizar vocês. É um orgulho ter vocês representando o nosso país nos Jogos Olímpicos. Queria agradecer a cada um pelo esforço e desejar muito sucesso nas Olimpíadas. Vivemos um momento em que precisamos de bons exemplos de superação, de determinação e de compromisso. Cada um de vocês representa bem isso", disse o ministro do Esporte.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade