PUBLICIDADE

Luis Suárez

Meu time

Messi e Suárez deixam amizade de lado em clássico entre Argentina e Uruguai pela Copa América

Craques travam mais um capítulo da 'batalha do Rio da Prata', desta vez no estádio Mané Garrincha, em Brasília

18 jun 2021 05h10
| atualizado às 05h10
ver comentários
Publicidade

Messi e Suárez são grandes amigos. A relação entre os dois jogadores é tão forte que se estende às famílias. Mas, em um confronto Argentina x Uruguai, como o desta sexta-feira, às 21h, em Brasília, pela Copa América, ambos deixarão a amizade de lado em defesa de seus países.

O argentino dá o tom da relação entre ambos. "Os dois melhores churrascos que já comi foram na casa do Suárez e o outro na casa do Agüero (seu outro grande amigo do futebol)", disse certa vez.

Suárez também elogia o amigo, mas faz questão de separar a amizade do futebol. "A relação com o Leo é de amizade. (Mas) Obviamente não há nada em campo, como já aconteceu no Campeonato Espanhol", disse Suárez antes de uma nova edição da "batalha do Rio da Prata", como é chamado o clássico entre Argentina e Uruguai.

A ligação entre Messi e Suárez foi fortalecida ao longo das seis temporadas que jogaram juntos no Barcelona, até que, inesperadamente, o uruguaio foi dispensado do clube em agosto do ano passado. No Atlético de Madrid, ele calou os críticos e foi campeão espanhol este ano.

"Com certeza será minha última Copa América", avisou o uruguaio de 34 anos. Messi, que tem a mesma idade, ainda não anunciou a sua decisão, mas é bem possível que esta também seja sua última participação no torneio.

Ambos são os maiores artilheiros da história de suas seleções: Messi com 74 gols e Suárez com 63. O uruguaio já teve o prazer de vencer uma Copa América, justamente na Argentina, em 2011, quando eliminou os donos da casa nas quartas de final. Já Messi nunca conquistou um título com a sua seleção.

Uma vitória nesta sexta-feira contra o Uruguai seria fundamental para elevar o moral dos argentinos na caminhada em busca do título, depois dos vices em 2007, contra o Brasil, e diante do Chile, em 2015 e 2016.

FICHA TÉCNICA

ARGENTINA x URUGUAI

ARGENTINA: Emiliano Martínez; Gonzalo Montiel, Cristian Romero (Lucas Martínez), Otamendi e Tagliafico; Rodrigo De Paul, Leandro Paredes e Lo Celso; Messi, Lautaro Martínez e Nicolás González (Di María). Técnico: Lionel Scaloni.

URUGUAI: Muslera; Martín Cáceres, José María Giménez, Diego Godín e Viña; González, Lucas Torreira, Betancur e Nicolás De la Cruz; Suárez e Cavani. Técnico: Oscar Tabárez.

ÁRBITRO: Wilton Sampaio (BRA)

LOCAL: Estádio Mané Garrincha, em Brasília

HORÁRIO: 21h

Estadão
Publicidade
Publicidade