2 eventos ao vivo

Marc Márquez chega à Alemanha com status de favorito para defender liderança

13 jul 2016
13h28
  • separator
  • comentários

Líder do Mundial de MotoGP com 24 pontos de vantagem para o segundo colocado, o espanhol Marc Márquez (Honda) chega a um de seus circuitos preferidos, o de Sachsenring, com o favoritismo para vencer o Grande Prêmio da Alemanha e, assim, aumentar a vantagem no topo da tabela.

Segundo colocado nas últimas três corridas, Márquez soma 145 pontos e já tem uma boa diferença para os pilotos da Yamaha, o também espanhol Jorge Lorenzo, que tem 121 pontos e ocupa o segundo lugar do campeonato, e o italiano Valentino Rossi, terceiro, com 103.

Desde que chegou à categoria principal da Motovelocidade, em 2013, o piloto da moto número 93 venceu as três corridas que disputou em Sachsenring. Antes disso, levou a melhor em 2010, nas 125cc, e em 2011 e 2012, na Moto2. Em entrevista concedida nesta semana, ele destacou que se sente muito confortável na pista alemã.

Essas vitórias e a solidez demonstrada nas oito primeiras provas, nas quais só ficou fora do pódio uma vez, permitem a Márquez ter otimismo para o GP da Alemanha, que marca a metade da temporada.

"Sachsenring é normalmente uma boa pista para mim. Gosto bastante, talvez porque tenha muitas curvas para a esquerda. Mas é outra pista no calendário onde o clima costuma ter um papel fundamental. Veremos como será", declarou o bicampeão mundial.

A Honda vem dominando amplamente as provas em Sachsenring, já que, antes das três vitórias de Márquez, houve outras três do também espanhol Dani Pedrosa. A Yamaha não vence no local desde 2009, quando Rossi liderou dobradinha com Lorenzo em segundo.

Os pilotos do time com base em Lesmo (Itália) deverão ser mais uma vez os principais concorrentes de Márquez, mas há espaço para surpresas, como foi visto no GP da Holanda, há três semanas. Em Aspen, o australiano Jack Miller quebrou um jejum de dez anos sem vitórias de equipes satélites ao subir ao lugar mais alto do pódio pela Marc VDS.

A prova na Alemanha marcará o retorno do francês Loris Baz (Avintia), que ficou fora das duas últimas corridas devido a uma fratura no pé direito. Ele vinha sendo substituído pelo italiano Michele Pirro, piloto de testes da Ducati.

Na Moto2, o francês Johann Zarco (Ajo Kalex) e o espanhol Álex Rins (Pons Kalex) chegam a Sachsenring disputando a liderança. Osa dois estão empatados em 126 pontos, mas Zarco, atual campeão da categoria, leva vantagem no número de vitórias (3 a 2). O ítalo-brasileiro Franco Morbidelli (Marc VDS Kalex) aparece em sexto lugar, com 66.

Por sua vez, o sul-africano Brad Binder (Red Bull KTM Ajo) não vence há dois GPs, mas ainda reina absoluto na Moto3, com 151 pontos, contra 103 do segundo colocado, o espanhol Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda).

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade