0

Padrasto de Gabriel Medina é suspenso pela WSL até abril

21 fev 2017
11h02
atualizado às 11h04
  • separator
  • comentários

Padrasto e técnico de Gabriel Medina, Charles Saldanha foi suspenso pela World Surf League (WSL) após desentendimentos com oficiais da Liga na etapa de Portugal do Circuito Mundial de 2016, quando Gabriel foi eliminado na terceira rodada e John John Florence caminhou até o título da etapa e, consequentemente, o título mundial.

Charles chegou a pedir desculpas para os envolvidos e cooperou com todas as investigações sobre o incidente. O membro da comissão de Medina ficará suspenso até o mês de abril, aproximadamente entre a segunda e a terceira etapas do Circuito.

"Eu me arrependo de minhas ações em Portugal em outubro. Não é o time de pessoa que procuro ser e isso não reflete os valores da minha família. Foi um momento intenso da temporada e respondi mal a ele. Quero me desculpar à WSL, aos oficiais e aos apoiadores dessa comunidade. Esse esporte tem dado tudo para minha família e continua a prover uma plataforma para os melhores surfistas do mundo", se desculpou Charles segundo a própria WSL.

Primeiro campeão brasileiro do esporte, em 2014, Medina amargou a terceira colocação nas últimas duas temporadas do surfe. No último ano, o brasileiro disputou o título com John John até a penúltima etapa, mas a eliminação precoce em Portugal acabou com suas chances.

A temporada de 2017 começa na tradicional etapa de Gold Coast, na Austrália, no dia 14 de março. Recentemente, Charles afirmou que vê Medina mais maduro e preparado para brigar pelo bicampeonato.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade