PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Cem anos em 22 vexames: veja derrotas marcantes do Palmeiras

O especial do centenário alviverde feito pelo Terra já lembrou títulos e golaços do clube alviverde. Mas, como qualquer time, o Palmeiras também sofreu derrotas históricas

22 ago 2014
09h26 atualizado às 09h27
0comentários
09h26 atualizado às 09h27
Publicidade

Nem só de alegrias viveu o torcedor palmeirense ao longo dos 100 anos de história. Muito pelo contrário: o fanático pelo clube alviverde foi obrigado muitas vezes a lidar com vexames enormes. Rebaixamentos, goleadas, derrotas para equipes pequenas ou rivais... O número de desilusões sofridas pelo Palmeiras é grande. O Terra separou 22 delas. Relembre abaixo:

Palmeiras 0 x 1 Ituano - 2014

Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

(Foto: Marcos Bezerra/Futura Press)

No ano do centenário, o Palmeiras pensava em conquistar ao menos um título. Logo de cara, tinha a oportunidade de levar o Campeonato Paulista, mas, após ótima campanha na primeira fase e vitória sobre o Bragantino nas quartas, foi derrotado pelo Ituano, futuro campeão, por 1 a 0, em pleno Pacaembu, na semifinal. Foi a primeira grande decepção de 2014. 

Rebaixamento de 2012

Foto: Mauro Pimentel / Terra

(Foto: Mauro Pimentel/Terra)

Pela segunda vez em dez anos, o Palmeiras foi rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro. A péssima campanha veio justamente depois de o time conquistar a Copa do Brasil com Felipão, que deixou o comando para Gilson Kleina a 13 jogos do fim da competição. A equipe esboçou reação, mas a queda foi consumada após um empate por 1 a 1 com o Flamengo, na 36ª rodada

Mirassol 6 x 2 Palmeiras - 2013

Foto: Célio Messias / Gazeta Press

(Foto: Célio Messias/Gazeta Press)

Campeonato Paulista 2013: o time alviverde protagonizou fiasco histórico no Estadual ao levar uma goleada por 6 a 2 do Mirassol, fora de casa, pela primeira fase do torneio, com todos os gols marcados ainda no primeiro tempo.

Coritiba 6 x 0 Palmeiras - 2011

Foto: Agência Lance

(Foto: Agência Lance!)

Copa do Brasil 2011: na segunda maior goleada sofrida em sua história, o Palmeiras de Luiz Felipe Scolari tomou 6 do Coritiba no jogo de ida das quartas de final, no Couto Pereira. O time ainda conseguiu tirar uma longa invencibilidade dos paranaenses na partida de volta, ao ganhar por 2 a 0, mas o triunfo foi inútil diante do vexame em Curitiba

Palmeiras 1 x 2 Goiás - 2010

Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

(Foto: Ricardo Matsukawa/Terra)

Copa Sul-Americana 2010: na semifinal, o time de Luiz Felipe Scolari precisava apenas eliminar o Goiás, recém-rebaixado no Campeonato Brasileiro. Apesar de ter vencido fora de casa por 1 a 0 (gol de Marcos Assunção) e de entrar com força máxima na volta, no Pacaembu, perdeu de virada por 2 a 1 e deixou escapar uma vaga praticamente certa. O duelo foi marcado pelo choro copioso de uma criança nas numeradas do estádio paulistano. 

Atlético-GO 1 (2) x (1) 0 Palmeiras - 2010

Foto: Djalma Vassão / Gazeta Press

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Copa do Brasil 2010: o Palmeiras buscava uma vaga na semifinal da competição, em duelo contra o Atlético-GO. Depois de uma vitória por 1 a 0 em São Paulo, o time perdeu por 1 a 0 em Goiânia com um homem a menos (Pierre havia sido expulso) e levou a decisão para os pênaltis. Nas cobranças, de nada adiantou a noite inspirada de Marcos: Danilo, Figueroa (para fora), Ivo e Cleiton Xavier desperdiçaram as cobranças, e o time foi eliminado.

Palmeiras 1 x 3 Atlético-MG - 2007

Foto: Fernando Pilatos / Gazeta Press

(Foto: Fernando Pilatos/Gazeta Press)

Brasileiro 2007: o Palmeiras do técnico Caio Júnior dependia apenas de si para garantir uma vaga na Libertadores do ano seguinte. Para isso, precisava vencer em casa o Atlético-MG, que apenas cumpria tabela na última rodada do Campeonato Brasileiro. Os mineiros, porém, surpreenderam e venceram por 3 a 1, tirando os palmeirenses do torneio sul-americano e classificando o Cruzeiro.

Palmeiras 1 (3) x (4) 0 Ipatinga - 2007

Foto: Gazeta Press

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Copa do Brasil 2007: o Ipatinga venceu o primeiro confronto entre os times na segunda rodada por 2 a 0 no Vale do Aço, mas perdeu em São Paulo pelo mesmo placar, com gols ainda no primeiro tempo. Sem balançar as redes na etapa final, o Palmeiras viu a decisão ir para os pênaltis e acabou eliminado. 

Figueirense 6 x 1 Palmeiras - 2006

Foto: Marcelo Ferrelli / Gazeta Press

(Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press)

Uma das maiores goleadas da história palmeirense ocorreu em 2006, para o Figueirense. Pelo Campeonato Brasileiro, no Orlando Scarpelli, Carlos Alberto, Vinícius Fininho, Schwenck (2 vezes) e Soares (2 vezes) fizeram para o time de Santa Catarina - o único gol palmeirense foi marcado pelo atacante Washington. A derrota custou o cargo de Emerson Leão (foto). 

Palmeiras 4 x 4 Santo André - 2004

Foto: Marcelo Ferrelli / Gazeta Press

(Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press)

Copa do Brasil 2004: nas quartas de final, o time empatou o primeiro jogo diante do Santo André por 3 a 3 no ABC Paulista. Assim, precisava apenas vencer em São Paulo para conseguir a vaga, que viria também com empates por 0 a 0, 1 a 1 e 2 a 2. Os andreenses só avançariam se vencessem ou em caso de um pouco provável empate por 4 a 4, que foi exatamente o que aconteceu.

Palmeiras 3 (3) x (4) 3 Paulista de Jundiaí - 2004

Foto: Djalma Vassão / Gazeta Press

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Campeonato Paulista 2004: em boa fase no Estadual, o time de Jair Picerni precisava só vencer o Paulista de Jundiaí na semifinal para garantir a vaga na decisão contra São Caetano ou Santos. Apesar de terem empatado por 3 a 3 e evitado a eliminação com um gol nos acréscimos, os palmeirenses fracassaram nos pênaltis e foram eliminados pelo time de Jundiaí.

Palmeiras 2 x 7 Vitória - 2003

Foto: Djalma Vassão / Gazeta Press

(Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Copa do Brasil 2003: o ano de reconstrução do Palmeiras começou de maneira positiva, com a classificação nas primeiras fases da Copa do Brasil sobre Operário-MT e Criciúma. Nas oitavas de final, porém, uma derrota por 7 a 2 para o Vitória no Parque Antártica praticamente eliminou o time, que conquistou uma vitória inútil por 3 a 1 na partida de volta, em Salvador.

Rebaixamento de 2002

Foto: Gazeta Press

(Foto: Gazeta Press)

Campeonato Brasileiro 2002: uma combinação de resultados na última rodada poderia salvar o Palmeiras do rebaixamento à Série B. O Paraná Clube ainda fez sua parte, empatando com o Figueirense (2 a 2), mas o time de Levir Culpi não fez o mesmo e perdeu do Vitória em Salvador por 4 a 3, selando a queda. O Inter, igualmente candidato, venceu o Paysandu fora por 2 a 0.

Palmeiras 2 x 1 Asa - 2002

Copa do Brasil 2002: o Palmeiras estreava na Copa do Brasil diante do modesto ASA, que vencera a primeira partida do confronto por 1 a 0 em Alagoas. Na volta, precisando vencer por dois ou mais gols de diferença, o time fez apenas 2 a 1 e foi eliminado em casa. O ASA caiu na fase seguinte, goleado pelo Confiança-SE por 4 a 0. Era um prenúncio do péssimo ano alviverde, para alegria dos rivais.

Palmeiras 3 x 4 Vasco - 2000

Foto: AFP

(Foto: AFP)

Copa Mercosul 2000: um dos maiores vexames da história do Palmeiras. O time vencia a final contra o Vasco, em casa, por 3 a 0, com gols de Arce, Magrão e Tuta no primeiro tempo; porém, em uma virada poucas vezes vista, o time carioca marcou quatro vezes na etapa final, com três de Romário e um de Juninho Paulista, e ficou com o título em pleno Parque Antárctica.

Palmeiras 0 x 0 Ferroviária - 1990

Comandado por Telê Santana, o Palmeiras chegou na última rodada da segunda fase brigando com Guarani e Novorizontino por uma vaga na final do torneio contra o Bragantino. Os resultados ajudaram o time alviverde, mas a equipe não fez o seu papel: em casa, empatou com a então lanterna do grupo Ferroviária por 0 a 0 e ficou fora da final. 

Palmeiras 0 x 3 Bragantino - 1989

Dono de uma campanha invejável em 1989, quando permaneceu por 23 jogos invicto, o Palmeiras tinha tudo para levar a taça estadual naquela temporada e acabar com o longo tabu. A única derrota da equipe foi um suntuoso 3 a 0 para o Bragantino em Bragança. Somados a dois empates com o Novorizontino, o time da capital foi eliminado do torneio e teve que observar o São Paulo ser campeão sobre o São José. 

Palmeiras 1 x 2 Inter de Limeira - 1986

Foto: Gazeta Press

(Foto: Gazeta Press)

Em meio a um jejum de 10 anos sem títulos, o Palmeiras viveu um dos maiores vexames da sua história. Na final do Campeonato Paulista de 1986, o time alviverde encontrou a Inter de Limeira, dona de grande campanha no torneio e que havia eliminado o Santos na semi. Mesmo com os dois jogos sendo disputados no Morumbi, o clube da capital não conseguiu levar o caneco: a equipe do interior, comandada por Pepe, segurou o empate por 0 a 0 no primeiro duelo e venceu por 2 a 1 o jogo de volta. A Inter de Limeira se sagrava o primeiro time do interior a conquistar o Paulista, feito que só foi igualado em 2014, pelo Ituano.

Corinthians 5 x 1 Palmeiras - 1982

Foto: Gazeta Press
(Foto: Gazeta Press)

A maior goleada do Corinthians sobre o Palmeiras veio durante o jejum do time alviverde. Em 1982, na época da Democracia Corintiana, a equipe alvinegra venceu por 5 a 1, com três gols do então novato Casagrande (foto). Sócrates e Biro-Biro também fizeram os seus. 

Santos 6 x 1 Palmeiras - 1982

A fase palmeirense realmente não era boa em 1982. Pelo mesmo Campeonato Paulista, o Santos venceu o Palmeiras por 6 a 1, em mais um vexame alviverde para equipes grandes naquele campeonato. 

São Paulo 6 x 0 Palmeiras - 1939

Em 1939, o Palmeiras sofreu a derrota mais dolorida para o rival tricolor em sua história. O resultado de 6 a 0 é até hoje a maior goleada do clássico. 

Palmeiras 0 x 7 Santos - 1915

Ainda com o nome Palestra Itália, o Palmeiras sofreu a maior goleada de sua história no ano de 1915, que perdura até hoje. O 7 a 0, sofrido no amistoso para o rival Santos, deixou marca na história alviverde. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade