2 eventos ao vivo

Em protesto no CT, organizada do Palmeiras ironiza Tirone e Valdivia

24 nov 2012
12h10
atualizado às 14h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na manhã deste sábado, cerca de 50 torcedores da Mancha Alviverde, a maior organizada do Palmeiras, foram até a Academia de Futebol para protestar. Os maiores alvos foram o presidente Arnaldo Tirone e o vice Roberto Frizzo, além de jogadores como Valdivia e Daniel Carvalho.

Valdivia é um dos alvos da revolta palmeirense após rebaixamento
Valdivia é um dos alvos da revolta palmeirense após rebaixamento
Foto: Adriano Lima / Terra

» Palmeiras 2002 ou Palmeiras 2012? Qual o menos pior entre os times rebaixados?

Os torcedores levaram faixas com os seguintes dizeres: "diretoria, o câncer da SEP", "conselho vendido", "Frizzo agiota", "renovação" e "elenco de m...". O que mais chamou a atenção foi a ironia ao mandatário palmeirense, que, após o time ser rebaixado à Série B, foi visto curtindo a praia do Leblon, no Rio.

Um torcedor sentou em uma cadeira, em volta da bateria da torcida, e, usando apenas shorts, boné e óculos de sol, os mesmos trajes de Tirone no cenário carioca, arrancou risos dos palmeirenses. Outro, enfaixado e com uma garrafa de whisky, "imitou" Valdivia, que sofreu com lesões nesta temporada.

Com duração de 40 minutos, as ações da Mancha Alviverde não tiveram violência, foram marcadas pelo isolamento de carros da Polícia Militar e terminaram depois que o ônibus com a delegação do Palmeiras deixou o Centro de Treinamento.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade