PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Meu time

Justiça determina perícia, e obras na Arena Palestra podem parar

18 set 2013 22h41
| atualizado às 23h19
ver comentários
Publicidade

O Ministério Público de São Paulo obteve decisão favorável no pedido de perícia nas obras de reforma do Estádio do Palmeiras, em São Paulo. Profissionais designados pelo Tribunal de Justiça farão análise do local para abordar, entre outros aspectos, o impacto causado no entorno da obra. Há possibilidade de paralisação da construção.

O Ministério Público sustenta que a obra fere o plano diretor em uma série de pontos, como aumento da área utilizada e, principalmente, por não cumprir a exigência de ter 40% da área permeável - o terreno é particular, mas "terrenos de clubes esportivos sociais integram o Sistema de Áreas Verdes do Município", segundo o órgão.

A WTorre, empresa que faz a reforma do estádio palmeirense, já teve problemas com a Justiça em 2011, quando a Promotoria de Habitação e Urbanismo solicitou a anulação do alvará deferido em 2002 para a realização da obra - a justificativa foi de que os alvarás haviam caducado. No mesmo ano, a promotoria chegou a pedir liminar para paralisar as obras, o que pode ocorrer no futuro próximo.

Na ocasião, chegou a ser pedido à WTorre, à Prefeitura de São Paulo e ao Palmeiras "que o que já havia sido construído até então fosse demolido em até 30 dias, que o estádio fosse reconstruído no prazo de um ano e que fosse feita a recomposição e replantio da vegetação desmatada", segundo o Ministério Público.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade