0

Palmeiras

Grêmio aproveita expulsão, busca empate e elimina Palmeiras

Alê Vianna/Agência Eleven / Gazeta Press
19 out 2016
23h41
atualizado em 20/10/2016 às 09h42
  • separator
  • comentários

Os reservas jogaram bem, dominaram boa parte da partida, mas não conseguiram classificar o Palmeiras às semifinais da Copa do Brasil, torneio do qual o clube é o atual campeão. Na quente noite desta quarta-feira, Verdão e Grêmio empataram por 1 a 1, no Palestra Itália, resultado que levou a equipe gaúcha adiante na competição, uma vez que havia vencido o duelo em Porto Alegre por 2 a 1.

Foto: Daniel Vorley/Agif / Gazeta Press

Com uma escalação repleta de jogadores reservas - medida tomada pelo técnico Cuca para preservar a condição física dos titulares que brigam pelo título do Campeonato Brasileiro -, o Alviverde não se intimidou e abriu o placar no início do segundo tempo, com Thiago Martins. No entanto, minutos depois, Allione foi expulso infantilmente e complicou a situação do time da casa.

Em desvantagem numérica, o Verdão sofreu o empate em bela jogada de Everton, que inclusive provocou a expulsão do meia palmeirense. Com um a menos, os mandantes foram empurrados por quase 30 mil torcedores, mas não conseguiram exercer pressão suficiente para levar a decisão ao menos para os pênaltis.

Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

Com o resultado, o Palmeiras foca todas as suas atenções no Brasileirão, que é a prioridade do clube na temporada, uma vez que não conquista o título do torneio nacional há 22 anos. O Grêmio, por sua vez, se credenciou para enfrentar nas semifinais o Cruzeiro, que goleou o Corinthians, por 4 a 2, em Belo Horizonte.

Foto: Marcello Zambrana/Agif / Gazeta Press

Verdão pressiona, mas sem bola na rede

Com Tchê Tchê poupado, o Palmeiras encontrou dificuldades para fazer a transição entre defesa e ataque, já que os volantes Thiago Santos e Gabriel estavam mais preocupados com os gremistas Luan e Douglas. Assim, a equipe de Cuca começou o jogo abusando das bolas longas, na procura de Gabriel Jesus e Lucas Barrios.

Se com rola bolando estava difícil, a parada poderia ser a solução do Verdão. Aos 12 minutos, após falta cobrada por Cleiton Xavier na direita, Barrios subiu mais que todo mundo e testou firme no travessão do goleiro Bruno Grassi.

Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press

No domínio da partida apesar da visível falta de entrosamento, os reservas do Palmeiras voltaram a ameaçar a meta gaúcha aos 24, quando Egídio fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro. O argentino Allione finalizou, mas Marcelo Oliveira salvou o que seria o primeiro gol alviverde com um carrinho. No lance seguinte, o Grêmio deu o troco: Pedro Rocha saiu na cara de Jailson, mas chutou para fora. No minuto seguinte, a bola ricocheteou na área gremista, mas o zagueiro Kannemann afastou o perigo.

A partir daí, o Grêmio recuou ainda mais, deixando todos os jogadores no campo de defesa enquanto os palmeirenses tinham a posse de bola. Sem ser ameaçada, a equipe da casa, contudo, insistiu muito em jogadas pelo aglomerado meio-campo, uma vez que os laterais encontravam dificuldade para ir à linha de fundo, esbarrando na forte marcação gaúcha. Dessa forma, o placar ficou zerado na primeira etapa, não traduzindo o que foi o jogo.

Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

Palmeiras abre o placar, mas expulsão acaba com sonho do bi

Ciente de que correria muitos riscos se continuasse apenas se defendendo, o Grêmio voltou com outra postura para o segundo tempo. Pressionando a saída de bola do Palmeiras, os visitantes saíram na cara do gol em duas oportunidades, mas Jailson saiu bem e salvou o Alviverde. Cena que se repetiria na sequência, com o goleiro espalmando cabeceio após cobrança de falta.

Depois de perder sua primeira chance de gol, o Tricolor gaúcho seria duramente castigado. Após escanteio cobrado por Cleiton Xavier, a bola espirrou para cima e sobrou para o zagueiro Thiago Martins testar firme no canto de Bruno Grassi, abrindo, enfim, o placar na casa palestrina, logo aos cinco minutos.

Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

Mas aí a situação dificultaria para o Alviverde. Aos 19 minutos, Allione foi advertido com o cartão vermelho por carrinho violento em Everton, que havia acabado de entrar. Por outro lado, o goleiro gremista Bruno Grassi saiu contundido e deu lugar para o terceiro reserva Léo.

Com um jogador a menos, o técnico Cuca promoveu a entrada de Zé Roberto no lugar de Barrios, recompondo o meio-campo alviverde. No Grêmio, Renato Gaúcho colocou o atacante equatoriano Miller Bolaños e tirou o meia Ramiro. Em vantagem numérica, o Tricolor soube se aproveitar do cenário para empatar a partida.

Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

Aos 30 minutos, Everton, que provocou a expulsão de Allione, recebeu de Douglas na esquerda, driblou Jean e chutou forte no canto direito de Jailson, deixando tudo igual no Palestra Itália.

Na parte final do embate, o Palmeiras tentou uma pressão sobre o Tricolor gaúcho na base do abafa, mas sequer testou o terceiro goleiro gremista. Os comandados de Cuca ainda escaparam de levar a virada por conta dos erros de passes do adversário, que apesar disso segurou o resultado e avançou às semifinais.

Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press
Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)

Data: 19 de outubro de 2016, quarta-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Auxiliares: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Cristhian Passos Sorence (GO)

Público: 29.991 pagantes

Renda: R$ 1.697.841,08

Cartões Amarelos: Edílson, Douglas, Pedro Geromel e Everton (Grêmio); Edu Dracena (Palmeiras)

Cartões Vermelhos: Allione (Palmeiras)

Gols:

PALMEIRAS: Thiago Martins, aos cinco minutos do segundo tempo

GRÊMIO: Everton, aos 30 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Jailson; Fabiano (Jean), Edu Dracena, Thiago Martins e Egídio; Thiago Santos, Gabriel e Cleiton Xavier (Erik); Allione, Gabriel Jesus e Lucas Barrios (Zé Roberto)

Técnico: Cuca

GRÊMIO: Bruno Grassi (Léo); Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro (Miller Bolaños), Douglas e Pedro Rocha (Everton); Luan

Técnico: Renato Gaúcho

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade