0

Centurión: Saída de graça, salário menor e chance de voltar em janeiro

19 ago 2016
08h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Ricardo Centuríon deixou o São Paulo há uma semana e acertou seu vínculo com o Boca Juniors sem alarde. Após muita negociação, o Tricolor do Morumbi não chegou a se pronunciar oficialmente, mas, confirmou à Gazeta Esportiva de que o empréstimo já foi assinado e não há mais qualquer pendência sobre o caso. Na Argentina, os xeneizes aguardam apenas o acerto com outros reforços para apresentar o atacante. A ideia da diretoria do Boca é anunciar de uma só vez todos os atletas contratados nesta janela de transferências, como um pacote.

O acordo entre São Paulo e Boca Juniors esteve perto de melar diante das cobranças de Centurión, das reivindicações do clube de Buenos Aires e da postura dos dirigentes tricolores. Por fim, as três partes acabaram cedendo em algum ponto para terem parte de seus anseios atendidos.

Pelo lado dos brasileiros, o clube deixou de receber qualquer valor para liberar o atacante. A princípio, 400 mil dólares (aproximadamente R$ 1,2 milhão) cairiam na conta do São Paulo. No entanto, Centurión acabou saindo de graça. Sendo assim, o Tricolor também se refutou a pagar parte do salário do jogador, diferente do que previa as primeira conversas.

A partir disso, as tratativas ficaram tensas. Centurión chegou a cobrar que o São Paulo cumprisse com a palavra dada, mas, não teve jeito. O atacante acabou cedendo. O Boca Juniors topou arcar com o salário, mas, Centurión teve de abrir mão de uma parte e receberá menos do que ganhava no Brasil. Tudo para realizar o sonho de jogar no clube de coração e voltar ao seu país natal, desejo declarado do atleta, que não se adaptou à Capital paulista.

Mas, de todas as cláusulas previstas no contrato de empréstimo de um ano, uma delas pode ser considerada a maior 'vitória' dos são-paulinos. Mesmo com muita resistência dos argentinos, ficou decidido que o clube do Morumbi poderá solicitar, se entender necessário, o retorno de Ricardo Centurión entre dezembro e janeiro, seja para negociá-lo com outra equipe ou apenas para reintegrá-lo ao elenco. Vale lembrar que o São Paulo pagou cerca de R$ 13 milhões para tirar o jogador do Racing, em 2015, e espera recuperar o investimento.

Na próxima segunda-feira, o Boca enfrentará o Santamarina, pela terceira fase da Copa Argentina, e há uma grande chance de Centurión estrear com a camisa azul e amarela. Durante a semana, enquanto os clubes envolvidos na negociação não se pronunciavam, o jogador fez questão de reafirmar sua chegada e postou fotos já com o uniforme de treino da equipe de La Bombonera.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade