1 evento ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: terra

São Paulo

São Paulo

São Paulo leva gol pelo 11º jogo seguido e empata com Ituano

Marcos Bezerra / Futura Press
18 mar 2017
18h02
atualizado às 18h17
  • separator
  • comentários

A gélida tarde desta sábado esfriou o ímpeto do São Paulo, que não foi páreo ao Ituano e apenas empatou por 1 a 1, em um esvaziado Morumbi, pela nona rodada do Campeonato Paulista. O resultado só não foi pior para o time tricolor porque o goleiro Renan Ribeiro fez ótimas defesas em sua primeira partida no ano.

Foto: Marcello Zambrana/Agif / Gazeta Press

O tento sofrido nesta tarde representou o 11º jogo consecutivo em que o time sofreu gols, sendo 22 em 13 jogos oficiais na atual temporada. A última vez em que a defesa do São Paulo passou incólume pelos 90 minutos foi em 9 de fevereiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Moto Club, no Maranhão, pela estreia na Copa do Brasil. Desde então, a equipe de Rogério Ceni foi vazada nas vitórias sobre Ponte Preta (5 a 2), Santos (3 a 1), São Bento (3 a 2), PSTC-PR (4 a 2), Santo André (4 a 1) e ABC (3 a 1), nos empates com Mirassol, Novorizontino (2 a 2), ABC (1 a 1) e na derrota para o Palmeiras (3 a 0).

Diante de pouco mais de 11 mil torcedores, o São Paulo foi para o intervalo vencendo injustamente por 1 a 0, em gol oriundo de ótima jogada de Lucas Pratto e conclusão de Cueva. Rogério Ceni mexeu no time para o segundo tempo, mas as mudanças não surtiram efeito e o Ituano chegou à igualdade com o volante Simião, em mais uma falha da zaga tricolor.

O São Paulo, líder do Grupo B, com 15 pontos ganhos, voltará a campo na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), para enfrentar o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, já sem Pratto, Buffarini e Cueva, que estarão a serviço de suas respectivas seleções nas Eliminatórias Sul-Americanas. Já o Ituano, lanterna do Grupo A, com nove pontos, buscará a reabilitação diante do Linense, nesta terça, às 19 horas, no Estádio Novelli Júnior.

Foto: Marcello Zambrana/Agif / Gazeta Press

O jogo - O Ituano começou ligeiramente melhor, surpreendentemente pressionando o São Paulo. Logo aos quatro minutos, o goleiro Renan Ribeiro, em sua primeira partida no ano, fez grande defesa em chute do volante Simião, que saiu na cara do gol.

O susto não acordou o time da casa. Os comandados de Rogério Ceni trocavam muitos passes em torno da área do adversário, mas sem conseguir penetração. Aos 22, a equipe do interior só não abriu o placar por um desvio salvador da zaga.

Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

Imune ao peso de jogar no Morumbi, o Ituano continuou superior, mas foi castigado por não ter aproveitado as chances que teve. Aos 42, Pratto saiu da área, pegou a bola, passou por dois marcados e deixou para Bruno na direita. O lateral cruzou à meia altura e encontrou Cueva livre na marca do pênalti. O peruano pegou de primeira, sem chances para Fábio, no primeiro chute do São Paulo a gol no primeiro tempo.

Buscando dar mais velocidade e segurança ao time tricolor, Ceni promoveu as entradas de João Schmidt e Junior Tavares nos lugares de Douglas e Buffarini, respectivamente, recuando Jucilei para a zaga no segundo tempo. Mas foi o Ituano quem assustou primeiro na etapa final. Antes de o relógio marcar um minuto, Simião recebeu na direita da área e bateu colocado, exigindo defesa ainda mais difícil de Renan, que se esticou todo para espalmar e ser ovacionado pela torcida.

Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

Mas o São Paulo abusou da boa atuação de seu goleiro. O time continuou sem agredir e viu o Ituano, que era melhor na partida, e sofreu o justo empate aos 16 minutos, quando Igor foi lançado nas costas da zaga e finalizou em cima de Renan. Na sobra, Simião, sempre ele, não vacilou e mandou para o fundo do gol.

Com a saída de Cícero para a entrada de Wellington Nem, o São Paulo melhorou ofensivamente. Aos 28, o atacante recebeu na área e soltou a bomba, exigindo boa defesa de Fábio. No minuto seguinte, Bruno cruzou e Pratto testou no poste direito do goleiro. Atrás, porém, o time tricolor seguiu vulnerável e só não sofreu o gol do desempate porque Renan fez ao menos mais duas grandes intervenções.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 1 ITUANO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 18 de março de 2017, sábado

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Mauro André de Freitas

Público: 11.886 pagantes

Renda: R$ 313.474,00

Cartão Amarelo: Buffarini, Douglas, Cueva e Breno (São Paulo); Peri (Ituano)

Gols:

SÃO PAULO: Christian Cueva, aos 42 minutos do 1º tempo

ITUANO: Wellington Simião, aos 16 minutos do 2º tempo

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Bruno, Breno, Douglas (João Schmidt) e Buffarini (Junior Tavares); Jucilei, Thiago Mendes e Cícero (Wellington Nem); Cueva, Luiz Araújo e Lucas Pratto

Técnico: Rogério Ceni

ITUANO: Fábio; Arnaldo, Naylhor, Lima e Peri; Walfrido, Igor, Marcelinho (Rodrigo Celeste) e Claudinho (Bassani); Simião (Dener) e Morato

Técnico: Roque Júnior

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade