PUBLICIDADE

Luis Suárez

Meu time

Suárez testa positivo para coronavírus e não pega o Brasil

Atacante uruguaio deixa a concentração da equipe e vira baixa na véspera do confronto pelas Eliminatórias

16 nov 2020 17h40
| atualizado às 17h55
ver comentários
Publicidade

O atacante Luis Suárez, da seleção uruguaia, está fora do jogo contra o Brasil, nesta terça-feira, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Em comunicado na tarde desta segunda, a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) revelou que o jogador do Atlético de Madrid testou positivo para o novo coronavírus e já deixou a concentração da equipe, em Montevidéu, para evitar o risco de contágio.

Foto: Luisa Gonzalez / Reuters

Além de Suárez, a AUF confirmou nesta segunda que a delegação teve outros casos. O goleiro reserva Rodrigo Muñoz e o assessor de imprensa Matias Faral também testaram positivo. No domingo, quem testou positivo foi o lateral-esquerdo Matías Viña, que é do Palmeiras. Todos os contaminados estão com sintomas leves e têm recebido os cuidados do departamento médico.

O Uruguai vem de uma vitória por 3 a 0 sobre a Colômbia, em Barranquilla, pela última rodada. Assim como o adversário desta terça, o Brasil teve dois casos recentes de covid-19. O volante Casemiro foi cortado antes mesmo de se apresentar ao técnico Tite e o lateral-direito Gabriel Menino teve de deixar a delegação após os primeiros dias de trabalho na Granja Comary, em Teresópolis.

A seleção uruguaia garante que apesar dos resultados positivos, todos os outros membros da deleção passaram por exames e não estão com a doença. Em três rodadas das Eliminatórias o Uruguai bateu o Chile dentro de casa por 2 a 1 e derrotou a Colômbia, mas perdeu para o Equador por 4 a 2, em Quito. A equipe está em quarto lugar na tabela. Sem Suárez, o técnico Óscar Tabárez deve apostar em Darwin Núnez, do Benfica, como companheiro de ataque da Cavani.

Estadão
Publicidade
Publicidade