1 evento ao vivo

Bellucci perde para americano na final em Houston

16 abr 2017
20h54
  • separator
  • comentários

O brasileiro Thomaz Bellucci ficou muito perto de conquistar, neste domingo, seu primeiro título no circuito mundial da ATP desde que se sagrou campeão em Genebra, há dois anos, mas sucumbiu no tie-break ao americano Steve Johnson e foi derrotado por 2 a 1 na final do torneio de Houston, de nível 250 e disputado em saibro.

Quarto cabeça de chave, Johnson fechou a partida com parciais de 6-4, 4-6 e 7-6 (5) em 2h25min na quadra central do River Oaks Country Club. Com cãimbra na perna esquerda, ele chegou a estar perdendo por 4 a 2 no set decisivo, mas se recuperou no oitavo game, quando devolveu uma quebra e levou a parcial para o tie-break, para depois levar a melhor.

Bellucci, por sua vez também acusou desgaste, já que encarou um terceiro set pela quinta vez na semana - em todas as suas partidas pelo torneio.

Este foi o segundo título de Johnson como profissional e o primeiro em casa, nos Estados Unidos. Em junho do ano passado, ele ganhou o ATP 250 de Nottingham, na grama, ao derrotar o uruguaio Pablo Cuevas na decisão. Contra o brasileiro, oitavo favorito em Houston, ele chegou a duas vitórias nos dois confrontos que tiveram - o anterior foi no Aberto da Austrália de 2016.

Apesar do cansaço, Bellucci reconheceu ter cometido erros que custaram o que poderia ter sido seu quinto título em um torneio ATP World Tour, todos no saibro.

"Tive todas as oportunidades para ter conseguido o título, mas ao final, no desempate, cometi muitos erros não forçados. Saio satisfeito do torneio, mas penso que poderia ter conseguido o título", afirmou o brasileiro à Agência Efe.

Bellucci também se mostrou surpreso com a reação do americano após ter sentido cãimbras.

"Me surpreendeu, porque acredito que se movimentou melhor do que antes de sentir cãibras, algo que não entendo", disse.

Participante pela primeira vez do torneio de Houston, o brasileiro deve ganhar 12 posições no ranking da ATP que será divulgado amanhã, subindo para o 53º lugar. Johnson, por sua vez, deve aparecer na 25ª posição, quatro acima de sua classificação no começo da semana.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade