PUBLICIDADE

Desafeto de Neymar, meia inglês está no Brasil para ver Copa

10 jun 2014
09h01 atualizado às 11h34
0comentários
09h01 atualizado às 11h34
Publicidade

Ele estava esquecido. Nos últimos meses – quando, curiosamente, tinha exatamente mais motivos para repetir o que o fez famoso no Brasil -, ficou calado. Mas, agora, Joey Barton está em “território inimigo”. Desafeto de alguns jogadores brasileiros – principalmente de Neymar -, o meia inglês do Queens Park Rangers aterrissou em solo brasileiro nesta semana para acompanhar de perto a disputa da Copa do Mundo. Como não foi convocado pelo treinador da seleção inglesa, Roy Hodgson, o atleta apenas assistirá ao principal evento esportivo do planeta das arquibancadas - ou TV.

Quer acompanhar as notícias e jogos da sua seleção? Baixe nosso app. #TerraFutebol

Aparentemente, Barton chegou ao Brasil no último domingo, quando postou uma foto de dentro do avião rumo à capital fluminense. “Em meu caminho para o Rio de Janeiro. Sol, areia e um pouco de futebol”, escreveu, recebendo pouco mais de 1,3 mil curtidas e deixando claro que, no Brasil, “priorizaria” o lazer ao esporte que pratica no seu dia-a-dia.

“Depois de um belo voo, fui para uma corrida na praia”, postou já na manhã desta segunda-feira, antes de posar à frente de uma das sete maravilhas do mundo moderno: “Cristo Redentor! Rio de Janeiro repleto de fãs de futebol de todo o mundo. Grande atmosfera lá hoje”, escreveu o inglês, que se tornou “persona non grata” no País-sede da Copa do Mundo de 2014.

Isto porque Barton ganhou fama no Brasil por tecer severas críticas a Neymar quando o craque ainda atuava pelo Santos. A primeira delas foi feita em fevereiro do ano passado, logo após a vitória da Inglaterra por 2 a 1 sobre o Brasil, em Wembley, que marcou a reestreia de Luiz Felipe Scolari à frente do comando canarinho. O "bad boy" inglês escreveu em seu Twitter que "esse tal de Neymar era muito superestimado" e que "ele não estava no mesmo nível de Cristiano Ronaldo e Messi".

Neymar quase marca um golaço em coletivo da Seleção; veja:

O craque brasileiro respondeu, afirmando que "não sabia quem era Joey Barton", e o europeu tratou de garantir que se apresentaria a Neymar assim que "ele resolvesse deixar o seu santuário na liga amazônica da selva". Barton também já disparou contra Thiago Silva, a quem chamou de "travesti", e ao zagueiro Alex, que foi tachado de "fanático religioso e sem cérebro".

Nos últimos meses, porém, o jogador inglês se conteve. Suas postagens mais recentes foram direcionadas à seleção inglesa - mas sobrou até para os italianos. “Poderia ser pior. O Equador é uma grade força do futebol mundial se comparado a Luxemburgo”, escreveu, logo após o empate dos comandados de Roy Hodgson em amistoso contra os sul-americanos, sem deixar de alfinetar a seleção da Itália, que também ficara na igualdade em jogo preparatório para a Copa, mas diante do modesto selecionado de Luxembrugo.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade