PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Saiba como foram os reencontros de técnicos que "pularam o muro"

30 ago 2009 - 09h29
Publicidade

Com seus centros de treinamentos, ambos localizados no bairro paulista da Barra Funda, separados por um muro, São Paulo e Palmeiras sempre estiveram intimamente muito próximos. Apesar disso, trocar um time diretamente pelo outro, como fez Muricy Ramalho, aconteceu apenas cinco vezes, contando com o atual tricampeão brasileiro.

» Já no Brasil, Love se põe à disposição de Muricy
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Luis Fabiano cita Marcos, mas torce pelo São Paulo
» Veja as últimas do Palmeiras

Neste domingo, Muricy, dirigindo o Palmeiras, retorna ao Morumbi para enfrentar o São Paulo pela primeira vez. Nos quatro reencontros, só um treinador que havia "pulado o muro" conseguiu vencer: Mário Travaglini, em 1984. A seu favor, Muricy tem o retrospecto positivo no clássico, disputado 18 vezes com os são-paulinos.

O primeiro a fazer o caminho foi Aymoré Moreira, que deixou o São Paulo em dezembro de 1966 e chegou ao Palmeiras diretamente, em janeiro do ano seguinte. O primeiro encontro com os são-paulinos, trabalhando no Parque Antártica, foi em 6 de maio: empate em 1 a 1, pelo Robertão, torneio que daria origem ao Brasileiro em 71. No fim do ano, Aymoré, o técnico do bi mundial com a Seleção Brasileira, conquistaria aquela taça.

Em 1971, outro treinador deixou o São Paulo diretamente para o Palmeiras. Foi Osvaldo Brandão, que saiu após perder para a Portuguesa por 1 a 0 no Morumbi, em outubro. O primeiro reecontro foi apenas em 1972 e também acabou em empate: 0 a 0 no Pacaembu pelo extinto Torneio Laudo Natel.

O terceiro treinador a trocar o São Paulo pelo Palmeiras foi Mário Travaglini, em 1984. Ele deixou o Morumbi em 22 de abril e, já em 23 de maio, reencontrou os são-paulinos, em Londrina, pelo Torneio do Café. Venceu por 2 a 0, com gols de Jorginho e Luís Pereira. Telê Santana foi o único técnico em toda a história a fazer o caminho inverso, do Palmeiras para o São Paulo. Já em seu segundo jogo no clube tricolor, Telê encontrou a ex-equipe: em 21 de outubro, pelo Campeonato Brasileiro, a vitória, no entanto, foi palmeirense, por 2 a 1.

A seu favor, Muricy Ramalho tem o desempenho positivo no clássico batizado de Choque-Rei: em 18 jogos, contando suas três passagens no comando do São Paulo, ele teve oito vitórias, quatro empates e seis derrotas.

Todos os clássicos São Paulo x Palmeiras de Muricy Ramalho:

14/02/96 - Paulista - São Paulo 0 x 2 Palmeiras
28/04/96 - Paulista - São Paulo 2 x 3 Palmeiras
29/03/97 - Paulista - São Paulo 0 x 1 Palmeiras
05/02/06 - Paulista - São Paulo 4 x 2 Palmeiras
26/04/06 - Libertadores - São Paulo 1 x 1 Palmeiras
03/05/06 - Libertadores - São Paulo 2 x 1 Palmeiras
24/05/06 - Brasileiro - São Paulo 4 x 1 Palmeiras
24/09/06 - Brasileiro - São Paulo 1 x 3 Palmeiras
01/04/07 - Paulista - São Paulo 3 x 1 Palmeiras
27/05/07 - Brasileiro - São Paulo 0 x 0 Palmeiras
29/08/07 - Brasileiro - São Paulo 1 x 0 Palmeiras
16/03/08 - Paulista - São Paulo 1 x 4 Palmeiras
13/04/08 - Paulista - São Paulo 2 x 1 Palmeiras
20/04/08 - Paulista - São Paulo 0 x 2 Palmeiras
13/07/08 - Brasileiro - São Paulo 2 x 1 Palmeiras
19/10/08 - Brasileiro - São Paulo 2 x 2 Palmeiras
28/03/09 - Paulista - São Paulo 1 x 0 Palmeiras
24/05/09 - Brasileiro - São Paulo 0 x 0 Palmeiras

Travaglini, na foto com o Palmeiras, foi o único a "pular o muro" e vencer no reencontro
Travaglini, na foto com o Palmeiras, foi o único a "pular o muro" e vencer no reencontro
Foto: Gazeta Press
Fonte: Terra
Publicidade