0

Chuva vira vilã em rodada do Campeonato Paulista

7 fev 2009
23h36

A chuva que castigou São Paulo e as cidades próximas neste sábado foi vilã na abertura da sexta rodada do Campeonato Paulista. No principal jogo do dia, o dérbi paulistano entre Corinthians e Portuguesa, às 17h (de Brasília), houve paralisação de mais de uma hora e meia no segundo tempo. Já no encontro entre Santo André e Marília, no ABC, o temporal forçou a suspensão ainda na primeira etapa de jogo.

» Corinthians e Portuguesa empatam após dilúvio
» Temporal interrompe vitória parcial do Santo André
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela completa

No Estádio do Pacaembu, o clássico paulista estava empatado sem gols quando a chuva apertou e a drenagem do gramado não suportou. Em meio a um lamaçal, os jogadores não tinham condições de tocar a bola e, em um lance de perigo dentro da área rubro-verde, ela não saía do lugar até ser afastada pelo alto.

O árbitro Flávio Guerra chamou os capitães dos dois times no centro de campo e expôs a impossibilidade de realização da partida. Interrompido o jogo aos 4min do segundo tempo, comissão técnica e jogadores desceram para os vestiários. Após vários desencontros de informação, o serviço de alto-falantes do estádio chegou a informar a suspensão do clássico.

Porém, o delegado responsável pelo jogo então veio a público para repassar uma informação da Federação Paulista de Futebol (FPF). Haveria espera até as 19h para verificar a possibilidade de reinício. Nesse horário, Guerra pôde ver que o gramado já estava em boas condições e os holofotes voltavam a ser acesos.

Com isso, a partida recomeçou. Em um ritmo não tão rápido, já que alguns jogadores inclusive haviam tomado banho e se trocado nos vestiários, o jogo terminou empatado por 1 a 1. Christian inaugurou o placar, aos 30min do segundo tempo, e Otacílio Neto empatou para o Corinthians após quatro minutos.

O resultado manteve o Corinthians na liderança do Estadual, agora com 14 pontos, dois a mais que o vice-líder Palmeiras, que neste momento tem duas partidas a menos - faz clássico com o Santos neste domingo, no Estádio Palestra Itália. A Portuguesa, por sua vez, ocupa a nona posição da tabela, com oito pontos.

No ABC paulista, a chuva também vitimou a realização de uma partida. Em casa, o Santo André vencia o Marília, por 1 a 0, em jogo que começou às 18h30. Após gol de Júnior Dutra ainda aos 3min do primeiro tempo, os mandantes viram o árbitro Marcelo Rogério interromper o confronto 20 minutos depois.

Diferentemente do jogo entre Corinthians e Portuguesa no Pacaembu, que foi reiniciada, a partida no Estádio Bruno José Daniel teve de ser suspensa. As placas de publicidade voaram para o gramado, e os vestiários das equipes ficaram completamente alagados.

A FPF ainda não definiu oficialmente o que acontecerá. A possibilidade de realizar o confronto neste domingo, como mandaria o regulamento, não foi confirmada. A possibilidade é que a partida seja disputada apenas no próximo dia 18 de fevereiro, quando o Estadual dá um tempo para a realização da Copa do Brasil.

Nos outros dois compromissos deste sábado, o Bragantino derrotou o Paulista, que tinha a estréia do técnico Giba, por 3 a 2, no Estádio Marcelo Stéfani. Já o Mirassol não saiu de um empate por 1 a 1 com o Ituano, no Estádio José Maria de Campos Maia.

Estádio Bruno José Daniel, em Santo André, ABC paulista, é castigado por forte chuva
Estádio Bruno José Daniel, em Santo André, ABC paulista, é castigado por forte chuva
Foto: Ricardo Matsukawa / Futura Press
Fonte: Terra
publicidade