0

Camisa 9 de Londres, Damião relata conversa com Mano e lembra família

3 jul 2012
11h34
atualizado em 5/7/2012 às 12h04
Flavio C. D'Almeida

O dono da camisa 9 da Seleção Brasileira que tentará conquistar a inédita medalha de ouro olímpica dificilmente não será Leandro Damião da Silva dos Santos, que completa 23 anos no próximo dia 22. Poucos dias antes do anúncio oficial dos convocados aos Jogos, o atacante do Internacional conversou com o Terra sobre as expectativas para Londres e o convívio com a família. Além disso, ele falou sobre o diálogo com o técnico Mano Menezes sobre sua função na equipe, responsabilidades defensivas e seu desempenho na última sequência de amistosos.

» Saiba como estão os ídolos da Seleção de bronze de 1996
» Escolha a atleta mais bela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012

Nestes quatro jogos, realizados entre os dias 26 de maio e 9 de junho, Leandro Damião foi titular em todos, mas não anotou nenhum gol. O máximo que conseguiu foi uma assistência para seu companheiro de clube, Oscar, balançar as redes contra a Argentina.

Damião disse que o jejum de gols com a camisa do Brasil (seis jogos, desde 5 de setembro de 2011, contra Gana) não o incomoda, e acha que o tento sairá naturalmente.

Leia na íntegra a entrevista com o atacante que é uma das esperanças de gol para o Brasil na Olimpíada de Londres:

Terra - O que achou do seu desempenho nos últimos amistosos da Seleção? Conversou com o Mano sobre isso?
Leandro Damião -
Acho que ajudei bastante a equipe. É lógico que se faço um gol muda tudo. Mas o entrosamento está excelente, fizemos bons jogos, contra equipes fortes, mas podemos melhorar. Com o Mano eu conversei o básico, ele falou que eu tenho que melhorar um pouco o posicionamento e tenho que voltar mais para ajudar na marcação.

Terra - A sua falta de gols na Seleção incomoda?
Leandro Damião -
Não, é normal. O importante é ajudar a equipe, o que acho que estou fazendo. Para mim um passe que resulta em gol já conta como um gol. Atacante vive de gol, não tem jeito. Mas não me preocupo com isso, vai sair naturalmente.

Terra - A Seleção olímpica já está formada?
Leandro Damião -
Não está, tanto que a lista ainda não foi divulgada. É esperar para saber.

Terra - Gosta de jogar centralizado, com Neymar por um lado e Lucas ou Hulk pelo outro?
Leandro Damião -
Eu gosto de jogar, não importa como (risos). Então não tem que escolher. Mas gosto de jogar ao lado do Neymar sim, é um grande jogador, e é até fácil jogar com ele. Corro por ele se precisar. Mas não escolho nada, faço o que o Mano pede.

Terra - Quanto pode render a dupla Leandro Damião e Oscar na Olimpíada?
Leandro Damião -
Somos bem entrosados, o Oscar é um grande jogador, o Ganso também, tem muitos jogadores de qualidade no grupo, mas é o que eu falei, não tenho como escolher, cabe ao Mano decidir quem vai jogar e como.

Terra - Já tem entrosamento com o Neymar?
Leandro Damião -
Bastante. Ele é um grande jogador, um dos melhores, o Brasil todo sabe disso, e é só se posicionar que ele deixa na cara do gol.

Terra - Quais são suas responsabilidades defensivas na Seleção? Se sente bem marcando? O Mano pediu isso?
Leandro Damião -
Pede muito. Não só para mim como para todos atacantes. Ele sempre pede para a gente marcar na frente. É uma característica da Seleção essa. Então tenho responsabilidade na marcação sim, e não me incomoda isso.

Terra - Seu pai vai a Londres acompanhar os jogos da Seleção na Olimpíada?
Leandro Damião -
Não, ele vai assistir os jogos na casa dele, em São Paulo, com o resto da família.

Terra - Já pensou em homenageá-lo deixando um bigode?
Leandro Damião -
(Risos) não, não pensei em homenagear ele com bigode. Eu já homenageio bastante ele com meus gols.

Terra - E ele já fez alguma promessa de tirar o bigode?
Leandro Damião -
Também não, ele não fez promessa nenhuma.

Terra - Hoje você é um dos jogadores com o mais passe mais valorizado no Brasil. Como lida com o dinheiro que está ganhando?
Leandro Damião -
Normal, acho que a pessoa nunca deve mudar. É lógico que jogo em um clube grande aqui, então muda algumas coisas, as pessoas te reconhecem na rua, é normal, é bom, mas não é isso que vai me fazer mudar alguma coisa.

Terra - Qual a importância da sua mulher na sua vida e no seu futebol?
Leandro Damião -
Minha esposa me ajuda muito sempre, nas horas ruins, nas boas. Ela e meu pai são as pessoas mais importantes na minha vida, que sempre me apoiam em tudo.

Londres 2012 no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, que serão realizados entre os dias 27 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura contará com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

Confira os grupos do torneio masculino abaixo:


Leandro Damião é uma das estrelas da Seleção Olímpica Brasileira
Leandro Damião é uma das estrelas da Seleção Olímpica Brasileira
Foto: Mowa Press / Divulgação
Fonte: Terra
publicidade