1 evento ao vivo

Com gol nos acréscimos, Kashima bate São Paulo e leva Copa Suruga

7 ago 2013
08h53
atualizado em 4/12/2013 às 22h04
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória sobre o Benfica no último sábado em Portugal não foi o suficiente para decretar o fim da crise que assola o São Paulo nos últimos meses. Nesta quarta-feira, na disputa da Copa Suruga no Japão, o time tricolor foi derrotado pelo Kashima Antlers por 3 a 2 de uma maneira traumática: depois de levar dois gols no primeiro tempo, a equipe brasileira até conseguiu mostrar reação e igualar o marcador, com direito a um pênalti defendido por Rogério Ceni e uma boa atuação de Paulo Henrique Ganso. No último lance do jogo, porém, o clube oriental desempatou a partida e se sagrou bicampeão da Suruga. 

O São Paulo teve uma atuação apagada no primeiro tempo da partida, encontrando dificuldades para encaixar o jogo ofensivo e, consequentemente, não oferecendo perigo ao goleiro Sogohata. O Kashima, por sua vez, controlou as ações de ataque e abriu o placar aos 24min: Rogério Ceni saiu mal na tentativa de interceptar um passe , levou a finta e deixou Osako com diante do gol vazio, com o simples trabalho de empurrar para dentro.

A equipe comandada pelo ídolo são-paulino Toninho Cerezo conseguiu, inclusive, ampliar o marcador antes do intervalo. O meia brasileiro Juninho, que teve passagem pelo Palmeiras em 2000, disparou pela esquerda e cruzou na área. Osako se antecipou à marcação e desviou para o gol, complicando a situação tricolor.

Para o segundo tempo, porém, o São Paulo voltou melhor e contou com uma boa jogada individual de Ganso para descontar logo aos 12min. Ganso recebeu pela direita, se livrou da marcação e bateu firme, no canto direito de Sogohata.

A reação tricolor quase foi prejudicada aos 16min, quando o Kashima disparou em contragolpe até Silvinho derrubar Osako fora da área. A arbitragem, entretanto, sinalizou pênalti, mas o artilheiro japonês não conseguiu ampliar: Rogério Ceni fez a defesa, mas se adiantou. Na repetição da cobrança, o atacante escorregou e mandou por cima.

Paulo Henrique Ganso sangrou muito após bater com a cabeça no poste
Paulo Henrique Ganso sangrou muito após bater com a cabeça no poste
Foto: Reuters

Os erros de Osako reanimaram o São Paulo, que foi para cima do Kashima e empatou aos 29min: Douglas fez ótimo passe enfiado para Ganso, que recebeu em velocidade pelo lado esquerdo da área e cruzou para Aloísio, livre na pequena área e com o gol escancarado diante de si, decretar o 2 a 2. Na jogada, aliás, Ganso sofreu uma contusão inusitada: ele não viu um poste ali instalado para segurar a rede e bateu com o rosto, sofrendo um corte na testa.

A pressão do São Paulo pelo terceiro gol era evidente, e o volante Wellington chegou a ter uma oportunidade incrível aos 45min: ele invadiu a área e deu um bom corte no marcador. Na hora de bater de perna esqureda, porém, praticamente recuou para o goleiro adversário. Melhor para o Kashima, que fez um gol insólito aos 47min, no último lance da partida: Shibasaki bateu de fora da área; a bola desviou em Osako e traiu Rogério Ceni, que já havia saltado para o outro lado. 

O terceiro gol de Osako na partida deu prosseguimento à sequência conturbada do São Paulo, que, muito embora tenha vencido o Benfica no sábado em um amistoso, não vence um jogo oficial há mais de dois meses - a Copa Suruga é um torneio reconhecido pela Fifa. O último resultado positivo foi em 29 de maio, contra o Vasco, no Morumbi. 

Alheio a isso, o Kashima comemorou o segundo título na Suruga. - no ano passado, a equipe havia superado a Universidad de Chile nos pênaltis. O torneio, que coloca frente a frente o campeão da Copa Sul-Americana contra o vencedor da Copa da Liga Japonesa, começou a ser disputado em 2008 e apenas uma vez e apenas uma vez coroou um brasileiro: o Internacional, em 2009, quando o clube gaúcho ainda era comandado por Tite. 

Ficha técnica

KASHIMA ANTLERS 3 x 2 SÃO PAULO

Gols
KASHIMA ANTLERS:
Osako, aos 24min e aos 40min do 1º tempo e aos 47min do 2º

SÃO PAULO:
Paulo Henrique Ganso, aos 12min, e Aloísio, aos 29min do 2º tempo

KASHIMA ANTLERS: Sogahata; Nishi, Yamamura, Aoki (Iwamasa) e Maeno (Nakata); Shibasaki, Endo (Nakamura), Shoma Doi (Nozawa), Ogasawara e Juninho (Umebachi); Osako
Treinador: Toninho Cerezo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Edson Silva, Lucas Silva (Roni) e Reinaldo; Wllington, Rodrigo Caio, Maicon (Lucas Evangelista) e Ganso; Aloísio e Ademilson (Silvinho)
Treinador: Paulo Autuori

Cartões amarelos
KASHIMA ANTLERS: Ogasawara, Iwamasa
SÃO PAULO: Silvinho

Árbitro
Abdul Malik Bin Abdul Bashir

Local
Kashima Soccer Stadium, em Kashima (Japão)

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade